terça-feira, 7 de julho de 2009

Refletindo sobre objetivos da educação

Produzir conteúdo educacional para a internet significa, antes de mais nada, atender à demanda do sistema de educação brasileiro, fornecendo aos educadores e educandos (os usuários do UOL Educação) as ferramentas básicas de que necessitam para operar no interior desse sistema. É isso que a Página 3 Pedagogia & Comunicação vem fazendo dede seu estabelecimento.

No entanto, isso não significa que a empresa esteja de acordo com a orientação desse sistema educacional. Não é o caso de expor aqui, pormenorizadamente, o que a Página 3 entende por educação, mas creio que é possível apresentar um princípio que nos serve de baliza, reproduzindo uma reflexão de sir Karl R. Popper:

"'Não faças dano' (e, portanto, 'dá aos jovens aquilo de que mais urgentemente necessitam a fim de se tornarem independentes de nós e capazes de escolher por si mesmos') seria esse um objetivo digníssimo de nosso sistema educacional, cuja realização ainda está algo remota, embora nos pareça modesto. Em vez disso, a moda são os alvos 'superiores', alvos tipicamente românticos e, na verdade, sem sentido, tais como o 'pleno desenvolvimento da personalidade'".

Publicadas em 1945, numa percuciente obra intitulada "A sociedade aberta e seus inimigos", as palavras do filósofo são, a nosso ver, de uma extrema atualidade, especialmente se trocarmos o "pleno desenvolvimento da personalidade" por modismos característicos de nosso contexto nacional-social, como "formar cidadãos", "educar para o exercício da cidadania", "desenvolver uma mentalidade crítica que possibilite a transformação da sociedade".

Nenhum comentário:

Postar um comentário